22 de julho de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: A GENÉTICA PODE SER MUITO ÚTIL EM SUA QUALIDADE DE VIDA, INCLUINDO O CONTROLE DE SOBREPESO,


OBESIDADE, OBESIDADE VISCERAL, INTRA ABDOMINAL OU CENTRAL, O IMPACTO POSITIVO DO GENE PPARγ (gama), EM SUA SAÚDE IRÁ SER BASTANTE ÚTIL EM FATORES RELACIONADOS AO SOBREPESO E À OBESIDADE, QUANDO ESTAMOS SOB CONTROLE NUTRICIONAL.


Ao ser interpretado o resultado individual de cada ser humano, em estando normal o Gene PPARγ (gama), será mais fácil para equacionar o problema de sobrepeso e obesidade, isto porque nós partimos de uma situação em que seu Gene PPARγ (gama) não sofreu mutação, principalmente em um loco (lugar especifico de um Gene), denominado rs1801282 do Gene PPARγ (gama), pode parecer paradoxal pois esta situação provoca uma predisposição normal do ganho de peso associado ao PPARγ (gama) (rs1801282), portanto, em relação ao funcionamento deste Gene sem mutação, fica mais fácil para com uma simples dieta e exercícios, obter respostas esperadas, o que não ocorreria se tendo a mutação. Sem a mutação para o médico endocrinologista e para o paciente os resultados da terapêutica fica mais fácil  Os motivos são lógicos sob o aspecto de solução, pois os ácidos graxos poliinsaturados ativam o Gene PPARγ (gama) não mutáveis facilitando e potencializando o desempenho deste Gene que esta diretamente relacionado com sua dieta nutricional e o tipo de gordura que você possui; com isso o médico tem um foco dirigido para corrigir este problema que leva a sua descompensação. Como sua dieta irregular influencia diretamente o seu gando de peso e também facilita o aparecimento de doenças relacionados a dieta nutricional irregular (comorbidades), que estão associadas a este Gene, como por exemplo, risco de diabetes mellitus tipo 2, alterações de colesterol total, LDL – colesterol (mau), HDL – colesterol (bom ), Mgmin LDL – colesterol ou super mal colesterol, quilomícrons ou triglicérides e problemas cardiovasculares; fica mais fácil para o endocrinologista de identificar seus problemas e atacar com soluções o mais precoce possível, com o objetivo de minorar e resolver seus problemas, antes que tomem vultos de difícil controle.
Fica claro que a urgência de tomar atitudes direcionadas é de extrema importância: a gordura estará aproximadamente 30 % de gorduras totais; este fato em um individuo com IMC – índice de massa corporal menor do que <34 kg/m², o seu genótipo contribui para um aumento de 3,4 vezes no risco de sobrepeso e obesidade, e isto é verificável quando o Gene PPARγ (gama), não teve mutação, o que facilita a consciência do médico endocrinologista e do paciente a tomar atitudes o mais precocemente possível, com foco direcionado para este problema e suas consequências. Além disto fica claro que um aumento da circunferência da cintura acima de 1,2 cm, é provocado por uma dieta incorreta que esta permitindo o acumulo de gordura na circunferência abdominal. Todos esses fatos alertam os profissionais e pacientes o rumo que devem seguir, além de balizar o tratamento adequado para um melhor resultado terapêutico.

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologista – Neuroendocrinologista
CRM 20611

Dra. Henriqueta V.Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:
1. . Este gene pode ser diretamente ativado por lipídios insaturados presentes na dieta nutricional e ausência de exercícios mesmo que moderados...
http://vitaminasproteinas.blogspot.com

2. A mutação do gene PPRAγ (gama) (Pro 12 ala), tem sido associada com a redução do peso e com a melhora da sensibilidade à insulina, conferindo no efeito protetor para o desenvolvimento do diabetes mellitus tipo 2 e doenças cardiovasculares...
http://crescermais2.blogspot.com/

3. A utilidade clinica da genotipagem do gene PPRAγ (gama), é analisar de maneira individualizada e ajudar no gerenciamento dos problemas de sobrepeso e obesidade...
http:// obesidadecontrolada1.blogspot.com/


AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
Dra.Henriqueta V.Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologista – Neuroendocrinologista
VAN DER HÄÄGEN BRAZIL
Marques-Lopes I, et al.Aspectos genéticos da obesidade
Ver.Nutr.,Franco M.,et al.reduction and its possible
Consequences.CMAJ-2008, vol 178 (8).








Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17


Seguir no Google Buzz


20 de julho de 2011

ENDOCRINOLOGIA - NEUROENDOCRINOLOGIA: ENDOCRINOLOGISTA DIRECIONA O PACIENTE DE FORMA MAIS PRECISA O TRATAMENTO DO SOBREPESO,


OBESIDADE, OBESIDADE ABDOMINAL E VISCERAL, BEM COMO ACABA FACILITANDO EM UM ALERTA SIGNIFICATIVO QUE SEMPRE ACOMPANHA ESTE GENE, SOBRE A POSSIBILIDADE DE EXERCÍCIOS, NUTRIÇÃO, BAIXA DOS LIPÍDEOS COMO O COLESTEROL TOTAL, LDL – COLESTEROL, HDL COLESTEROL IRREGULAR, TRIGLICÉRIDES, QUEDA DE PROBLEMAS CARDIOVASCULARES, MELHORA DA GORDURA E APRESENTANDO GORDURA INSATURADAS. CONSEGUINDO COM MAIS PRECISÃO, EVITAR PROBLEMAS CONSEQUENTES AO DESCONTROLE METABÓLICO ESPECÍFICO.


Na verdade a presença deste Gene PPAR γ (gama), normal tem por função apresentar alertas ao profissional da saúde, medico endocrinologista, que se não for tomadas as medidas coerentes no campo da terapêutica ou prevenção, os fatores ligados a este Gene PPAR γ (gama), terão sua presença invariavelmente com complicações conhecidas e que poderiam ser resolvidas de forma mais eficiente se tomarmos uma série de atitudes preventivas e terapêuticas. Os 30 % aproximadamente de gordura total presente desnecessariamente nesses pacientes, quando acompanhados de exercícios físicos moderados o seu genótipo( genótipos diversos deve-se à presença de material hereditário herdado dos progenitores. Esse material nada mais é do que o conjunto dos cromossomos que se situam no núcleo das células. Os cromossomos são interpretados como uma sequência de genes.), esses fatores contribuem para uma perda de peso normal se voce estiver levando a sério sob orientação profissional, dieta nutricional, e exercícios físicos adequadosIsto leva a um aumento das gorduras insaturadas que por sua vez facilita a queda do colesterol e frações, também é observada uma melhora do prognóstico de aparecimento das doenças cardiovasculares, e não afeta negativamente o IMC – índice de massa corporal e da circunferência da cintura. Entretanto se o gerenciamento do Gene PPAR γ (gama), não for adequado, pode ocorrer um aumento de gorduras saturadas, que são altamente nocivos ao organismo humano, e obviamente interferirá no aumento do IMC – índice de massa corporal, e na circunferência do abdômen com acumulo de gordura , sobrepeso e obesidade.
Não devemos nos esquecer que o gerenciamento do Gene PPAR γ (gama), nos obriga a ficar alerta para os riscos da comorbidade nesses pacientes que apesar de serem menores na ordem de 25 % de presença de diabetes mellitus tipo 2, e resistência a insulina, é apenas um método seguro de gerenciamento de doenças a serem tratadas com todo o rigor possível, pelo endocrinologista, e a constatação da normalidade deste Gene é apenas nos dar um rumo coerente e facilitador de problemas graves como o sobrepeso, obesidade, obesidade abdominal, visceral, risco de diabetes mellitus tipo 2, alterações de colesterol total, LDL – colesterol (mau), HDL – colesterol (bom ), Mgmin LDL – colesterol ou super mal colesterol, quilomícrons ou triglicerides e problemas cardiovasculares.

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologista – Neuroendocrinologista
CRM 20611

Dra.Henriqueta V.Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:
1. . Este gene pode ser diretamente ativado por lipidios insaturados presentes na dieta nutricional, o que agravaria com doenças que acompanharia este tipo de gordura...
http://vitaminasproteinas.blogspot.com

2. A mutação do gene PPRAγ (gama) agrava os resultados do sobrepeso e obesidade por termos dificuldade de gerencia-los...
http://esteatosehepatica.blogspot.com/

3. A utilidade clinica da genotipagem do gene PPRAγ (gama), é gerenciar o profissional endocrinologista a obter um resultado mais adequado...
http:// obesidadecontrolada3..blogspot.com/


AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
Dra.Henriqueta V.Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologista – Neuroendocrinologista
VAN DER HÄÄGEN BRAZIL
Marques-Lopes I, et al.Aspectos genéticos da obesidade
Ver.Nutr.,Franco M.,et al.reduction and its possible
Consequences.CMAJ-2008, vol 178 (8).








Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17



Seguir no Google Buzz


19 de julho de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: CADA DIA QUE PASSA A GENÉTICA APRESENTA AVANÇOS EXPONENCIAIS,


E PRATICAMENTE NÃO EXISTE ÁREAS BIOLÓGICAS QUE ESTEJAM FORA DESSA EVOLUÇÃO SEM PRECEDENTES, ESTAMOS TRAZENDO UM OUTRO GENE IMPORTANTE  PPARγ (gama) , SEU IMPORTANTE PAPEL NO ORGANISMO HUMANO COM RELAÇÃO AO ARMAZENAMENTO DE GORDURAS, É A POSSÍVEL DETECÇÃO DE COMO OCORRE O AUMENTO DA OBESIDADE, SOBREPESO,OBESIDADE VISCERAL, INTRA ABDOMINAL E CENTRAL.


A função do gene PPARγ (gama), apresenta o perfil genético, associado ao sobrepeso e a obesidade em qualquer estadiamento, como obesidade tipoI, obesidade tipoII, e a obesidade tipo III, predisposição para o diabetes mellitus tipo 2 não necessariamente insulino dependente e doenças cardiovasculares. Um desses detalhes que fica aparente ao efetuar este perfil genético, é o impacto da dieta nutricional por tipo de gordura; além deste fator importante para balizar o tratamento de obesos, existem outros fatores que este tipo de exame genético facilita a visão do profissional endocrinologista, a propensão do acúmulo de lipídios no tecido adiposo (gordura). Um dos fatores mais importantes que facilita muito o tratamento de pacientes com obesidade ou mesmo com sobrepeso é o aparecimento da sensibilidade à insulina bem como o diabetes tipo 2, mesmo antes de se instalar, pois é um mapa genético. O gene PPARγ (gama), promove o armazenamento de gordura, influência a sensibilidade à insulina e consequentemente o fluxo de glicose no tecido adiposo e muscular esquelético. Este gene pode ser diretamente ativado por lipídios insaturados presentes na dieta nutricional. 

A mutação do gene PPRAγ (gama) (Pro 12 ala), tem sido associada com a redução do peso e com a melhora da sensibilidade à insulina, conferindo um efeito protetor para o desenvolvimento do diabetes mellitus tipo 2, é claro que o maior risco cardiovascular está sempre presente, e a mutação é um prognóstico deste fato. Os efeitos do genótipo (De genótipos diversos deve-se à presença de material hereditário herdado dos progenitores. Esse material nada mais é do que o conjunto dos cromossomos que se situam no núcleo das células. Os cromossomos são interpretados como uma sequência de genes), podem variar de acordo com o IMC – índice de massa corporal, tipo de dieta nutricional e tipo de gordura ingerida (saturada ou insaturada). Por isso, o gene PPRAγ (gama) é considerado um sensor dos fatores ambientais relacionados ao perfil genético associados ao sobrepeso, obesidade, obesidade abdominal, visceral. A utilidade clinica da genotipagem do gene PPRAγ (gama), é analisar de maneira individualizada o efeito dos componentes da dieta (gordura insaturada e saturada) na variação e da circunferência da cintura e no gerenciamento do risco da diabetes mellitus tipo 2. Portanto identificar geneticamente o gene PPRAγ (gama), é muito importante tanto para o médico quanto para o paciente, pois é possível focar especificamente em uma terapêutica mais orientada.

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologista – Neuroendocrinologista
CRM 20611

Dra.Henriqueta V.Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:
1. . Este gene pode ser diretamente ativado por lipídios insaturados presentes na dieta nutricional...
http://vitaminasproteinas.blogspot.com

2. A mutação do gene PPRAγ (gama) (Pro 12 ala), tem sido associada com a redução do peso e com a melhora da sensibilidade à insulina, conferindo um efeito protetor para o desenvolvimento do diabetes mellitus tipo 2...
http://crescermais2.blogspot.com/

3. A utilidade clinica da genotipagem do gene PPRAγ (gama), é analizar de maneira individualizada...
http://controladocrescimento.blogspot.com/


AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
Dra.Henriqueta V.Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologista – Neuroendocrinologista
VAN DER HÄÄGEN BRAZIL
Marques-Lopes I, et al.Aspectos genéticos da obesidade
Ver.Nutr.,Franco M.,et al.reduction and its possible
Consequences.CMAJ-2008, vol 178 (8).








Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com


Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17


Seguir no Google Buzz


30 de junho de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: GENÉTICA MÉDICA, TECIDO ADIPOSO MARROM, UM TIPO ESPECIAL DE GORDURA COMPACTA E ALTAMENTE ESPECIALIZADA,


QUE LIBERA UMA GRANDE QUANTIDADE DE ENERGIA SEM GRANDES CONSUMOS DO TECIDO ADIPOSO MARROM, SUA CÉLULAS TRONCO EM PESQUISAS QUE ESTÃO SENDO EFETUADAS, PODERÃO NO FUTURO SER UMA FORMA DE TERAPÊUTICA PARA A RAÇA HUMANA QUE AS POSSUEM, MAS EM QUANTIDADE QUE AINDA NÃO É A IDEAL PARA SER UTILIZADA COMO POSSÍVEL INTERESSE PARA O TRATAMENTO DA OBESIDADE E DAS DOENÇAS RELACIONADAS À OBESIDADE COMO DIABETES MELLITUS TIPO 2 MAS É UM FOCO MUITO INTERESSANTE E PROMISSOR.


Tecido adiposo marrom é um dos dois tipos de tecido adiposo existente em mamíferos (o outro é o tecido adiposo branco). É especialmente abundante em recém-nascidos e em mamíferos hibernantes. Sua função principal é manter o calor corporal, em animais ou recém-nascidos que não tremem. Em contraste com adipócitos brancos (células de gordura), que contêm uma única partícula de lipídio, adipócitos marrons contêm numerosas pequenas partículas e uma quantidade muito maior de mitocôndrias (“usina elétrica”), que contêm ferro e as tornam marrom. A origem do tecido adiposo marrom ocorre durante a formação das camadas germinativas (desenvolvimento do embrião), uma camada germinativa ou capa germinativa é um conjunto de células formadas durante a formação do embrião que no caso do ser humano é a formação do feto e é responsável por revestimento externo e formação interna do futuro individuo ou seja; o mesoderma preenche o vazio entre a camada externa (ectoderma) e do revestimento interior (endoderme). 
A partir desta "enchimento" passa a desenvolver vários tipos de células especializadas, incluindo miócitos (células musculares), adipócitos (células de gordura ou energéticas) e condrócitos (condrócitos são células presentes no tecido cartilaginoso). A inter-relação estreita entre essas células podem ser vistos quando as linhas da mesoderme ( mesoderme consiste num folheto embrionário, situado entre a endoderme e a ectoderme). 
A partir da mesoderme, por multiplicação e diferenciação celular, originam-se, por exemplo, o esqueleto, os músculos, e os sistemas circulatórios, excretor e reprodutor. O órgão adiposo marrom tem a capacidade de consumir energia, produzindo calor para defender o organismo contra um ambientes frios, mas também além de mais compacto, diminuem a camada de gordura branca que é bastante volumosa e faz com que os seres humanos percam a forma biotípica, ao nosso ver como humanos, dentro da média dos indivíduos iguais, alem de mudar o ponto geométrico, que deve ficar na porção inferior da coluna (cóccix), que regula a proporção de distribuição do peso, não permitindo comprometimento quando proporcionais das articulação dos seres que andam sobre dois pés. Vários estudos têm mostrado que o tecido metabolicamente ativo adiposo marrom está presente em quantidades notáveis em adultos saudáveis, mas é evidente a desproporção dos seres humanos, quando comparados os tecidos adiposos brancos e marrom.
Se tivéssemos mais tecidos adiposos marrom, seriamos sempre mais magros e com uma capacidade energética muito maior e brutalmente organicamente mais eficientes. A presença de tecido adiposo marrom nos adultos é inversamente correlacionada com o IMC ( índice de massa corporal) e os percentuais de tecido adiposo e outros tecidos do corpo. Essa perspectiva é de extrema importância, pois fará com que todos os órgão do nosso organismo, serão muito mais eficientes, ou seja, seremos muito mais fortes organicamente, suportaremos diversos tipos diferentes de estresses que hoje praticamente seria impossível, o fato é que existem as células tronco, embora não totalmente dominada, ocorrerá mais cedo ou mais tarde a relativo curto prazo. Medicamentos destinados à expansão e / ou ativação do tecido adiposo marrom são de possível interesse para o tratamento da obesidade e das doenças relacionadas à obesidade visceral ou central ou abdominal, como diabetes mellitus tipo 2, e além de mais proporcionais e estéticos em nossas concepções, com uma qualidade de vida adequada muito mais duradoura.

AUTORES

Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologista – Neuroendocrinologista 
CRM 20611


Dra. Henriqueta V.Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:
1. Hormônio de crescimento por DNA Recombinante, antes de sua existência com finalidade terapêutica,os resultados eram muito precários...
http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com/

2.O DNA recombinante permite efetuarmos exames diagnósticos precisos...
http://crescermais2.blogspot.com/

3.O hormônio de crescimento efetuado por tecnologia de DNA Recombinante é muito seguro...
http://controladocrescimento.blogspot.com/

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
Dr. João Santos Caio Jr, Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Dra Hrenriqueta Verlangiere Caio, Endocrinologista, medicina interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo,Brasil. 2011, Gesta S, Tseng YH, Kahn CR (October 2007). "Developmental origin of fat: tracking obesity to its source". Cell 131 (2): 242–56. Enerbäck S (2009). "The origins of brown adipose tissue". N Engl J Med 360 (19): 2021–2023. VAN DER HÄÄGEN BRAZIL,Marques-Lopes I, et al.Aspectos genéticos da obesidadeVer.Nutr.,Franco M.,et al.reduction and its possible Consequences.CMAJ-2008, vol 178 (8).








Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257 
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17

29 de junho de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: GENÉTICA E MUTAÇÃO, A DEFICIÊNCIA ISOLADA DO HGH-HORMÔNIO DE CRESCIMENTO ,SOMATOTROFINA (STH), COMPLEXO – 191,


É A DEFICIÊNCIA DO HORMÔNIO HIPOFISÁRIO (HORMÔNIO DE CRESCIMENTO PRODUZIDO PELA GLÂNDULA HIPÓFISE LOCALIZADA NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL)SÃO AS MAIS COMUM, ENCONTRADAS NOS SERES HUMANOS E AS EVOLUÇÕES EM PESQUISAS SÃO PROMISSORAS.


Na genética e na mutação a deficiência isolada do HGH-HORMÔNIO DE CRESCIMENTO, SOMATOTROFINA – STH OU COMPLEXO – 191, esta entre as deficiências deste hormônio mais frequentes na raça humana, pois a deficiência do hormônio hipofisário (hormônio de crescimento produzido pela glândula hipófise localizada no sistema nervoso central) mais comum, desta substância que interfere em diversas áreas e pode resultar de causas congênitas ou adquiridas, embora a maioria dos casos não é de fácil identificação (etiologia). São conhecidos genes envolvidos na causa (etiologia) genética da deficiência isolada do hormônio de crescimento, incluem os que codificam o hormônio do crescimento (GH1), o crescimento do hormônio liberador de receptores hormonais (GHRHR) e (SOX3) fatores de transcrição ou de comando, das ações que envolve todo os mecanismos que farão com que a eficiência normal do hormônio tenha seu estado de eficiência dentro dos padrões orgânicos esperados. No entanto, mutações são identificadas em um percentual relativamente pequeno de pacientes, o que sugere que outros fatores ainda podem ser avaliação para melhor identificação, que são os outros fatores genéticos que estão envolvidos. Entre os fatores conhecidos, as mutações em um par de genes, sendo um dominante e outro não dominante no hormônio de crescimento-GH (heterozigoto no GH1) permanecem como a causa mais freqüente de deficiência isolada do hormônio do crescimento. 
A identificação de mutações tem implicações clínicas para o tratamento de pacientes com esta condição, como indivíduos com (heterozigoto GH1; Cada indivíduo possui dois alelos (Um alelo é cada uma das várias formas alternativas do mesmo gene) de cada gene, sendo que cada alelo fica em um dos dois cromossomos homólogos(paralelos). Quando o indivíduo possui dois alelos iguais do mesmo gene, diz-se que este indivíduo é homozigoto, e quando o indivíduo possui dois alelos diferentes do mesmo gene, diz-se que este indivíduo é heterozigoto) mutações no fenótipo ( O fenótipo, em termos simplistas, é a parte visível do genótipo, porque ao fenótipo de uns olhos castanhos corresponde sempre o genótipo relativo à cor dos olhos), variam e podem, em alguns casos, desenvolver adicionais deficiências de hormônio do crescimento. Ao Longo da Vida acompanhamento desses pacientes é, portanto, recomendado. Novos estudos envolvendo a etiologia genética da deficiência isolada do hormônio do crescimento vai ajudar a elucidar os mecanismos envolvidos no controle do crescimento e pode influenciar futuras opções de tratamento. Avanços na farmacogenômica (substancias para tratamento genético), poderá otimizar o tratamento da deficiência isolada do hormônio do crescimento e outras condições associadas com baixa estatura, como o hipotireoidismo subclínico, para os quais o hormônio do crescimento humano recombinante é uma terapia ouro e licenciada.


AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr. 

Endocrinologia – Neuroendocrinologista
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:
1.O hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) possui um eixo de atividade metabólica no organismo, é importante desde a fase intra – útero...
http://crescercriançasjuvenil.blogspot.com

2.Em geral, quase todos os nascidos de tamanho pequeno para a idade gestacional (PIG) está associado à diminuição da produção natural em quantidade correta do hormônio em crescimento...
http://crescermais2.blogspot.com

3.A produção do hormônio de crescimento (somatotrofina – HGH) é maior na fase intra-útero e declina até a melhor idade de forma significativa...
http://metabolismocontrolado.blogspot.com

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.

Referências Bibliográficas:
KS Alatzoglou, MT Dattani
Nat Rev Endocrinol (Comentários de Endocrinologia da Natureza).
Vol 6 Edição: 10 Pág:562-76 10/2010
Ralph Decker, Kerstin Albertsson Wikland; Kriström Berit; Nierop FM Andreas; Jan Gustafsson; Bosaeus Ingvar; Fors Hans; Hochberg Ze'ev; Dahlgren Jovanna Publicado em: 2010/11/18; Clin Endocrinol. 2010, 73 (3) :346-534. © Blackwell Publishing 2010.






Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Häägen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17



28 de junho de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: EXAMES GENÉTICOS FACILITAM O ENDOCRINOLOGISTA A EFETUAR DIAGNÓSTICO MAIS PRECISO EM RELAÇÃO A QUE TIPO DE TRATAMENTO O PACIENTE

COM SOBREPESO,  OBESO, OBESIDADE VISCERAL, OBESIDADE ABDOMINAL OU INTRA CENTRAL DEVE SER FOCADO. APOLIPOPROTEÍNA AV (UMA PROTEÍNA LIGADA A QUILOMÍCRONS  GORDURA) É UMA PROTEÍNA QUE, EM HUMANOS É CODIFICADA PELO APOA5 GENE, E É DESASTROSA SOB QUALQUER ASPECTO SEUS ACHADOS, ESTE EXAME PODE SER FEITO NO CONSULTÓRIO MÉDICO DO ENDOCRINOLOGISTA NO BRASIL.


Após a decodificação do genoma do Homo Sapiens, nos primeiros meses do ano 2000, anunciado pelo Presidente Clinton dos USA., começou na verdade o maior problema genético de fato, ou seja, identificar o que significava e como ordenar a sopa de letrinhas que representa o projeto GENOMA, e aplicar esses conhecimentos em beneficio  do Homo Sapiens. Isto representou um monumental salto de previsão de um futuro promissor para a raça humana
Entretanto o assunto irá render benefícios para a raça humano por um longo período de tempo, embora com a ajuda e progresso da informatica, é um trabalho Hercúleo e de alta complexidade. Mas já começamos a colher alguns frutos deste monumental trabalho cientifico. Se prestarmos a nossa atenção em determinados detalhes cromossômicos  ou cromossomas,  que são longas sequências de DNA, que contém vários genes, e outras sequências de nucleotídeos (Nucleótidos ou Nucleotídeos são compostos ricos em energia e que auxiliam os processos metabólicos, principalmente as biossínteses, na maioria das células com funções específicas nas células dos seres vivos). Nos cromossomas dos eucariontes(equipada com todas as ferramentas necessárias de uma célula mais complexa), o DNA encontra-se numa forma semi-ordenada dentro do núcleo celular, agregado a proteínas estruturais, as histonas e se torna a cromatina. 
Os procariontes (estas células são desprovidas de uma serie de ferramentas importantes para a célula como: mitocôndrias, plastídios, complexo de Golgi, retículo endoplasmático e sobretudo cario-membrana o que faz com que o DNA fique disperso no citoplasma), não possuem histonas nem núcleo, que podem facilitar em algumas situações. Na sua forma não-condensada, o DNA pode sofrer transcrição, regulação e replicação). Apolipoproteína AV (lipo significa gordura) é uma proteína que, em humanos é codificada pelo APOA5 gene - Cromossomo 11.  
A proteína codificada por este gene é uma apolipoproteína e um determinante importante dos níveis de triglicérides (quilomicros ou micro partículas de gordura esféricas) no plasma (circulação de nosso corpo), um importante fator de risco para doença arterial coronariana. É um componente de frações de lipoproteínas VLDL incluindo vários, HDL, triglicérides quilomícrons. Acredita-se que apoA-5 afeta o metabolismo de lipoproteínas através da interação com receptores (captadores) de (mal colesterol)LDL-R família de genes. 
Quem estiver se familiarizando pela primeira vez, o resumo da opera é que com esta fração proteica APOA-5, já existe no Brasil e é perfeitamente localizável seus achados, e nos dá um norte para atacarmos com medicamentos mais específicos e diminuirmos o grave problema que as gorduras sanguíneas nos acarretam, principalmente no sobrepeso, obesidade, obesidade intra visceral, abdominal, central, companheiras inseparáveis das doenças cardiovasculares, diabetes mellitus, pressão arterial sistêmica elevada, e outros estragos em todo o organismo humano que apresentam esses problemas, é um avanço agressivamente importante para os doentes, ao nos anteciparmos ao desastre.

AUTORES
Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologista – Neuroendocrinologista
CRM 20611

Dra. Henriqueta V.Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:
1. Hormônio de crescimento por DNA Recombinante, antes de sua existência com finalidade terapêutica,os resultados eram muito precários...

2.O DNA recombinante permite efetuarmos exames diagnósticos precisos...

3.O hormônio de crescimento efetuado por tecnologia de DNA Recombinante é muito seguro...

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.

Referências Bibliográficas:
Dra.Henriqueta V.Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologista – Neuroendocrinologista
VAN DER HÄÄGEN BRAZIL
Marques-Lopes I, et al.Aspectos genéticos da obesidade
Ver.Nutr.,Franco M.,et al.reduction and its possible
Consequences.CMAJ-2008, vol 178 (8)







Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257 
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio

Site Van Der Haagen Brazil

Google Maps:

31 de maio de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: O DNA (ÁCIDO DESOXIRRIBONUCLEICO) É O RESPONSÁVEL POR DISTRIBUIR E TRANSMITIR TODAS AS INFORMAÇÕES GENÉTICAS, SENDO O PRINCIPAL CONSTITUINTE DOS GENES.

DANIEL  NATHANS E HAMILTON SMITH GANHARAM O PRÊMIO NOBEL DE FISIOLOGIA E MEDICINA POR TEREM ISOLADO AS ENZIMAS DE RESTRIÇÃO, QUE SÃO ENZIMAS NORMALMENTE PRODUZIDAS POR BACTÉRIAS E QUE SÃO CAPAZES DE CORTAR O DNA CONTROLADAMENTE; ESTE PASSO GIGANTESCO PERMITIU O AVANÇO DA MEDICINA DE FORMA EXPONENCIAL, ELIMINANDO OS EFEITOS INDESEJADOS NAS TERAPÊUTICAS, E DEIXANDO APENAS OS EFEITOS BENÉFICOS QUE INTERESSAVAM POR SUA EFICIÊNCIA EM MEDICAMENTOS PARA HUMANOS, EXEMPLOS HGH-HORMÔNIO DE CRESCIMENTO DNA RECOMBINANTE, INSULINA-DNA-RECOMBINANTE, ETC.


No ano de 1944 o pesquisador Oswald Avery, enquanto estava pesquisando a cadeia molecular do ácido desoxirribonucleico (DNA), descobriu que este é o componente cromossômico que transmite as informações genéticas e que este é o principal constituinte dos genes. Em 1961 os pesquisadores François Jacob e Jacques Monod estudaram o processo de síntese de proteínas nas células de bactérias e descobriram que o principal responsável por essa síntese é o DNA. Em 1972 o pesquisador Paul Berg realizou a primeira experiência bem sucedida onde foram ligadas duas cadeias genéticas diferentes: ele ligou uma cadeia de DNA animal com uma cadeia de DNA bacteriana. 
No ano de 1978 os pesquisadores Werner Arber, Daniel Nathans e Hamilton Smith ganharam o Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina por terem isolado as enzimas de restrição, que são enzimas normalmente produzidas por bactérias e que são capazes de cortar o DNA controladamente em determinados pontos levando à produção de fragmentos contendo pontas adesivas que podem se ligar a outras pontas de moléculas de DNA, que também tenham sido cortadas com a mesma enzima. Juntamente com a ligase, que consegue unir fragmentos de DNA, as enzimas de restrição formaram a base inicial da tecnologia do DNA recombinante. Esta técnica tem sido cada vez mais desenvolvida e é usada com muitas finalidades. Algumas destas finalidades são: a produção da insulina, as interferonas, a interleucina. A produção de algumas proteínas do sangue: a albumina e o fator VIII de coagulação. A produção do hormônio do crescimento
A produção de alguns tipos de ativadores das defesas orgânicas para o tratamento do câncer, como o fator necrosante de tumores. A criação de vacinas sintéticas contra: malária e hepatite B. A criação e desenvolvimento de biotecnologias para a pesquisa segura de substâncias cuja manipulação envolve alto risco biológico: vacinas que se preparam com vírus infecciosos, onde pode existir o risco de vazamento incontrolável. Para a Clonagem. 
Vida sintética. Na transgênese, em que se introduz numa espécie uma parte do DNA de outra. Teste de paternidade. Como os endocrinologistas, utilizam dezenas de medicações relacionadas a esta técnica extremamente atualizada a cada dia que passa, até mesmo para fins de exames diagnósticos, duas delas são extremamente frequente em endocrinologia e neuroendocrinologia; Hormônio de crescimento por DNA Recombinante, que antes de sua existência com finalidade terapêutica,os resultados eram muito precários, além da descoberta de dezenas de outras aplicações desta substância nestas áreas, elevando a alguns resultados quase inacreditáveis quando bem aplicados; insulina por DNA Recombinante, que melhorou a eficiência desta substância dando uma melhor qualidade de vida à raça humana. Parece incrível, mas felizmente é a essência da verdade.

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologista – Neuroendocrinologista
CRM 20611

Dra.Henriqueta V.Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:
1. Hormônio de crescimento por DNA Recombinante, antes de sua existência com finalidade terapêutica,os resultados eram muito precários...

2.O DNA recombinante permite efetuarmos exames diagnósticos precisos...

3.O hormônio de crescimento efetuado por tecnologia de DNA Recombinante é muito seguro...

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.

Referências Bibliográficas:
Dra.Henriqueta V.Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologista – Neuroendocrinologista







Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257 
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio

Site Van Der Haagen Brazil